1
 

A nova função de TI para uma geração de BI moderna

Este white paper da Tableau explica como o departamento de TI pode deixar de ser um mero produtor de relatórios de dados para adotar o papel de capacitador e promotor de colaboração na análise de dados.

Desde a sua criação há mais de duas décadas, a inteligência de negócios teve como objetivo principal a criação de uma fonte vertical de veracidade única. Essa fonte deve permitir que as organizações acompanhem os KPIs (principais indicadores de desempenho) e as métricas de desempenho centralmente com relatórios e painéis estáticos. Esse objetivo foi definido porque, em organizações completas, os dados proliferaram em planilhas e relatórios de silos, que costumavam gerar resultados diferentes e contraditórios.

O surgimento da inteligência empresarial de autoatendimento desafia o status quo. Isso é especialmente verdadeiro para profissionais de TI que passaram a maior parte das últimas duas décadas projetando uma infraestrutura de BI para o desenvolvimento de relatórios e painéis de controle vertical e centralmente. No início, a maioria dos departamentos de TI ignorou essa tendência porque achavam que era irritante. Eles continuaram a se concentrar em produzir uma única fonte de veracidade central para a organização.

Este white paper da Tableau explica como os profissionais de TI estão atualmente em uma encruzilhada, pois não podem mais negar que o BI de autoatendimento se tornou o novo padrão. A metodologia tradicional de BI está perdendo relevância. O negócio exige a agilidade associada ao autoatendimento para fomentar a adoção e melhorar os resultados da organização. Por isso, e o crescimento exponencial contínuo do volume e da complexidade dos dados, o departamento de TI deve tomar uma decisão importante.

Pode aceitar a demanda por BI de autoatendimento e evoluir para se tornar o facilitador de maior uso e impacto positivo em toda a organização. Ou você pode ignorá-lo e continuar sendo um produtor de relatórios de negócios menos úteis que é limitado pelas limitações das ferramentas tradicionais.

Profissionais de TI preparados para atuar como catalisadores e aproveitar essa oportunidade oferecerão maiores benefícios para suas organizações do que aqueles que optarem por ignorar as reais necessidades de seus usuários e analistas corporativos. Com este White Paper, você pode conhecer a metodologia para alcançá-lo.

Adolfo Manaure

Entusiasta seguidor de la tecnología y las innovaciones que cambian el mundo. Director Editorial y COO en The HAP Group.